Orientação Profissional: Por que estudar Engenharia Elétrica?

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Você sabe por que estudar engenharia elétrica pode ser bom para sua carreira profissional? É uma área muito promissora, como qualquer outra engenharia. 

A seguir, propõe alguns motivos para você decidir por este ramo da engenharia para quem se interessa por assuntos como os do https://www.jornaldaenergia.com.br/2a-via-light/:

1. É fácil conseguir seu primeiro emprego

Para os estudantes de engenharia elétrica é fácil conseguir o primeiro emprego, pois é uma das carreiras mais demandadas pelo mercado de trabalho e menos escolhida pelos jovens. 

Além disso, este campo profissional não requer um grau avançado de estudo para encontrar trabalho. 

Com o bacharelado você pode entrar no mercado de trabalho e ganhar bons salários, e se a partir disso você quiser fazer um mestrado em engenharia elétrica, as possibilidades (e também o pagamento) serão muito maiores.

2. Você recebe um bom salário

Uma das grandes vantagens de ser engenheiro eletricista é o salário, sendo esta área da engenharia uma das mais bem remuneradas. Portanto, não deve ser motivo para desconsiderar.

3. Você pode trabalhar em outros países

Ter um curso de graduação em engenharia elétrica pode abrir oportunidades de trabalho em outros países do mundo. 

Como as leis da matemática, eletricidade e física são universais, os conhecimentos adquiridos não o limitam a trabalhar apenas no país onde estudou. 

Além disso, existem muitas empresas internacionais que exigem esse tipo de profissional e oferecem uma boa remuneração. 

Nestes casos, ter conhecimento da língua inglesa será muito valorizado. 

Algo a destacar sobre isso é que em muitos outros empregos, a nacionalidade ou a autorização prévia de trabalho também é necessária para trabalhar em outros países. 

No caso da engenharia, normalmente acontece que empresas internacionais se encarregam de lhe conceder essa autorização de trabalho, por meio de contratos.

4. Existe a possibilidade de realização de práticas pré-profissionais

Muitas universidades exigem que os alunos de engenharia elétrica façam um estágio pré-profissional. 

Geralmente, se uma boa imagem pessoal e profissional for mantida, esse estágio pode ser estendido ou transformado em um emprego permanente. 

É uma boa oportunidade para o empregador conhecer suas habilidades e seu perfil de trabalho.

5. Uma ampla variedade de habilidades e conhecimentos é adquirida

Ao longo da carreira, o engenheiro elétrico adquire uma ampla variedade de conhecimentos. 

Além disso, você desenvolve grandes habilidades (da programação à redação de relatórios) e se depara com o desafio diário de encontrar soluções para problemas. 

A engenharia elétrica é uma área prática. Você pode usar o conhecimento adquirido para aprender a resolver problemas. 

Além disso, junto com esta tarefa, a criatividade é exercida. 

Por outras palavras, tendo em conta o fenómeno da mobilidade laboral, se posteriormente for escolhida uma mudança de carreira ou de ramo de trabalho, a formação de engenheiro servirá para diversos campos.

6. Habilidades de informática são adquiridas

Os engenheiros elétricos enfrentam problemas com computadores ao longo de suas carreiras, tanto estudantes quanto profissionais. 

Por este motivo, durante os estudos são adquiridos alguns conhecimentos de informática para aprender a instalar diferentes programas que irão necessitar para fazer os diferentes relatórios.

Durante a prática de trabalho, quando é necessário ajustar algum componente do circuito eléctrico.

7. Existem momentos de adrenalina

Os engenheiros elétricos experimentam algumas situações de bombeamento de adrenalina, por exemplo, quando ocorrem descargas elétricas, cabos de capacitores carregados são tocados, dois cabos errados são conectados ou um componente elétrico falha.